domingo, 31 de outubro de 2010

Dexter 4x11 Review - Hello, Dexter Morgan

dexter28 Dexter – 04x11 – Hello, Dexter Morgan

Este foi aquele episódio que preparou todo o terreno para o fim da temporada, com grandes acontecimentos, como a confirmação de que Christine matou Lundy e atirou em Debra, o que foi confessado pela própria filha de Lundy antes de se matar na frente de Debra, aliás, eu não esperava mesmo que isso acontecesse alguém aí tinha previsto?

E não foi só o suicídio de Christine que foi inesperado para mim, o casamento de Angel e Maria também me pegou de surpresa, não só pelo casamento em si, mas pela opção de insistir nessa storyline dos dois, que eu ainda não vejo onde ela pode contribuir para a trama, mas também não chega a atrapalhar.

Outra surpresa foi a reação de Dexter em relação ao deslize de Rita com aquele vizinho mala, o Elliot, quando ele fica sabendo ele tem uma reação típica, de não mostrar-se afetado, mas quando ele dá um soco em Elliot eu pensei: Nossa, por essa eu não esperava!

dexter26 Dexter – 04x11 – Hello, Dexter Morgan

Essa postura de sair um pouco do que se espera do personagem é uma das características dessa nova temporada, lembrando que esta é a primeira não guiada pelos livros que deram origem à série, e sendo assim o que pode ser arriscado, tem se provado uma boa oportunidade de surpreender o espectador, mas sempre lembrando que há o risco de perder um pouco a essência da série. Até agora acredito que tenham conseguido equilibrar essa nova “liberdade” e vocês, o que acham?

Mas não adianta, o que brilhou mesmo nesse episódio, assim como em toda a temporada, foi a interação entre Arthur Miller e Dexter, quem não roeu as unhas nesses últimos episódios? O personagem de John Lithgow, a meu ver, foi um dos melhores convidados, se não o melhor, em toda a série! Bem escrito, bem construído e bem atuado, um primor mesmo, e com fortes chances para mais um Emmy para o ator, tenho certeza.

Neste episódio finalmente vimos Dexter ser caçado, e apesar dele tentar desviar as evidências do caso do Trinity para outro suspeito que não Arthur para poder ter seu acerto de contas, foi Arthur quem mais avançou neste episódio. Toda a sequencia dele na MMP foi sensacional, serena e aterrorizante – como os fãs da série merecem depois de uma terceira temporada mais fraca.

Por: Lívia Figueiredo - Blog Na TV

0 comentários:

Postar um comentário

CARREGANDO NOVO FORMULÁRIO DE COMENTÁRIOS. AGUARDE.... SE VOCÊ ESTIVER LENDO ISSO E A PÁGINA FOI TOTALMENTE CARREGADA, NÃO USE ESTE FORMULÁRIO PARA COMENTAR. APERTE F5 E AGUARDE O NOVO FORMULÁRIO CARREGAR