domingo, 21 de novembro de 2010

Review 4×04: Dex Takes a Holiday

Depois de acidente de carro, insônia, vandalismo no bairro e o constante malabarismo com família, trabalho e “passa tempo”, bem que Dexter merece umas mini-férias, e quem sabe matar um pouco de tempo.

Let the good times roll!

Com Rita e as crianças longe durante todo o fim de semana, Dex finalmente vai poder matar mais que tempo sem muitas preocupações. Sua próxima vítima já está na mira e agora é só planejar tudo com aquela meticulosidade de sempre. Ainda bem que ele manteve seu antigo apartamento para poder clarear as idéias. O apartamento é como se fosse sua fortaleza da solidão onde ele mantém seus troféus e planeja a caçada.

O povo da delegacia e seus relacionamentos:

Deb

O triângulo amoroso entre Deb, Lundy e Anton teve aquele desfecho que todos esperavam: Deb e Lundy na cama e Anton com um belo par de chifres.

Quinn

Conforme eu havia mencionado na review anterior, esse namoro de Quinn com a repórter não tinha como acabar de outra forma. Ela usou informações que ele contou na cama para escrever uma matéria e acabou queimando o filme de Quinn na delegacia. Pra falar a verdade não sei se essa história acabou por aqui. Para minha surpresa eu acho que ela realmente está apaixonada por Quinn.

Batista e LaGuerta

A coisa está ficando séria e rápida. Agora que LaGuerta quer oficializar o namoro deles com os superiores chegou a hora de Batista se resolver. É namoro ou amizade?

Muitos podem dizer que o mais importante do episódio foi a cena final. Sim, a morte de Lundy foi surpreendente, mas receio que isso possa ter ofuscado o verdadeiro grande fato do episódio. Quando Dexter estava prestes a matar a policial do mal ele teve uma epifania que explodiu não só a cabeça dele como a minha: Rita e as crianças são mais importantes para ele que o código de Harry. Regra nª 1: Não ser pego. Dexter se apegou tanto a essa sua parte humana, que ele mesmo muitas vezes chamou de disfarce, que só agora ele percebeu quão importante sua família se tornou. Por outro lado acho que o sentimento é 100% mútuo. Acredito que Rita seria capaz de amar e continuar vivendo com Dexter mesmo sabendo a verdade sobre o dark passenger. Sinceramente vejo essa situação em um futuro não muito distante.

Assim como eu, muitos acreditam que foi o próprio Trinity que atirou em Deb e Lundy. Para mim ficou óbvio que Lundy morreu e Deb apenas foi ferida. Eu estava achando que a próxima vítima de Trinity seria alguém conhecido, e logo depois daquela cena onde Trinity esbarra propositalmente em Lundy eu comecei a achar que o próprio Lundy seria essa vítima. Logicamente que eu não poderia imaginar que Deb seria efeito colateral e que Trinity fugiria do seu padrão para assassinar seu algoz. Isso logicamente, se foi ele realmente que atirou nos dois.

Agora Dex está pessoalmente envolvido. “Mexeu com Deb, mexeu comigo”. Foi interessante notar que ambos Trinity e Dexter fugiram dos seus respectivos modus operandi. Não me lembro de Dex ter se usado como isca para pegar uma das suas vítimas e se foi realmente o Trinity que matou o Lundy ele também não está nem perto do seu padrão.

Excelente episódio e agora estamos todos roendo unhas para chegar o próximo domingo.

PS – Eu acho que aquela gravação que Lundy fez logo depois que Trinity entrou no ônibus ainda vai ser crucial.

Por: @MichelArouca - SerieManiacos

0 comentários:

Postar um comentário

CARREGANDO NOVO FORMULÁRIO DE COMENTÁRIOS. AGUARDE.... SE VOCÊ ESTIVER LENDO ISSO E A PÁGINA FOI TOTALMENTE CARREGADA, NÃO USE ESTE FORMULÁRIO PARA COMENTAR. APERTE F5 E AGUARDE O NOVO FORMULÁRIO CARREGAR