domingo, 7 de novembro de 2010

Reviw 4×03: Blinded By the Light


Pode o lobo solitário viver em harmonia entre as ovelhas? Será que Dexter deu um passo maior que a perna ao adentrar no “fantástico” mundo do subúrbio com vizinhos, piscinas, churrascos e caronas? Até quando Dexter vai conseguir manter seu “disfarce” de humano?

Alguns podem estar começando a ficar cansados com esse ritmo da quarta temporada. Eu particularmente gostava mais do Dexter lobo solitário das primeiras temporadas do que essa versão dos subúrbios, mas estou com esperança de coisas muito promissoras pela frente.

A cena em que o Trinity Killer obriga aquela dona de casa a se matar foi uma mistura de sentimentos para mim. No começo eu estava achando tudo muito fácil e nada realista a forma como ele a tirou do carro e a obrigou a entrar no galpão. Mas depois quando chegou a hora de usar apenas palavras para convencer a dona de casa a pular do galpão, não posso negar que os pêlos da minha nunca saltaram de arrepio.

Semana passada Dexter estava sofrendo pela falta de sono e agora ele está sofrendo pela falta de privacidade. Esse upgrade no “disfarce” de humano que ele fez ao se tornar mais um típico pai de classe média americana está se mostrando extremamente sufocante para ele. Pior ainda quando aos poucos ele está aprendendo que o grande fator que faz de Trinity o maior serial killer de todos os tempos é a solidão.

Os casos amorosos pouco evoluíram. O triângulo amoroso Deb, Lundy e Anton caminha para aquilo que é inevitável desde o momento quando Lundy voltou: ele e Deb na cama. Batista e Laguerta aos poucos estão me convencendo e eles parecem realmente apaixonados. Quinn e a repórter também caminham para o inevitável: ela vai sugar informações dele em troca de sexo até chegar ao ponto que vai publicar algo que vai queimar Quinn no departamento de polícia.

Mas até mesmo o mais controlado e treinado dos assassinos às vezes perde sua calma. No finalzinho do episódio Rita presenciou esse deslize de Dexter e viu por um breve momento a verdadeira faceta do seu amado. Justo Dex que sempre cuidou para manter seu disfarce. Quem iria imaginar que a kriptonita de Dexter seria o subúrbio.

Como mencionei no começo da review não tem como negar que as coisas estão mais lentas nesse início de temporada, mas o que me deixa animado é lembrar-se do sentimento de admiração que Dexter tinha pelo “trabalho” do Ice Truck Killer na primeira temporada. Esse mesmo sentimento está de volta e dessa vez o Trinity Killer parace um ídolo até mais promissor. Será que assim como o ITK Dexter vai conseguir superar seu ídolo?

PS – Sou só eu que estou criando uma enorme raiva por Rita nessa temporada?

Por: @MichelArouca - SerieManiacos

0 comentários:

Postar um comentário

CARREGANDO NOVO FORMULÁRIO DE COMENTÁRIOS. AGUARDE.... SE VOCÊ ESTIVER LENDO ISSO E A PÁGINA FOI TOTALMENTE CARREGADA, NÃO USE ESTE FORMULÁRIO PARA COMENTAR. APERTE F5 E AGUARDE O NOVO FORMULÁRIO CARREGAR