sexta-feira, 13 de abril de 2012

Jeff Lindsay: “Michael C. Hall está longe de ser um sociopata”


Jeff Lindsay, criador de Dexter, estará disponível para coquetéis e bate-papos no sábado, na Delray’s Hagen Ranch Road Brand Library. Escritores AO VIVO!, Vinho e Palavras com Jeff Lindsay, um programa oferecido pelos Amigos do Condado de Palm Beach Sistema de Biblioteca, será realizado as 5:30 da tarde. Você pode desfrutar de um coquetel com este autor de Best-sellers, enquanto ele fala de seu ultimo livro ‘Double Dexter’. Jeff Lindsay girou em torno da ideia de uma vida no teatro antes de estabelecer-se no mundo literário.

Você escrevia livros antes, mas não estourou até Dexter. Foi a voz dele que fez a diferença?
Não faço ideia. Não quero ser modesto, mas acho que foi apenas um caso de se você fica na chuva por muito tempo, relâmpagos atingem.

É verdade que ninguém queria chegar perto do primeiro romance ‘Dexter’?
Minha esposa e eu tínhamos um agente, eu enviei o manuscrito e ele pensou que eu era um estranho Svengali que tinha de alguma forma estava trancado em um Hemingway. Ele deixou o manuscrito no chão do escritório por um ano e nunca o olhou. Passou de agente em agente, de editor em editor por quatro anos. Todo mundo o rejeitava, e eu não acho que alguém leu alem das primeiras quatro ou cinco paginas. A premissa os desmotivou. No primeiro livro, é na ultima linha do primeiro capitulo que você se toca do que está acontecendo. Mas ninguém ia tão longe. Levava um longo tempo, e todo mundo desistiu. Especialmente eu. Minha esposa disse, ‘Este é o livro, é este, tente outro agente. ’ E eu disse, ‘Dá um tempo’. Finalmente eu recebi uma carta de Nick Ellison, que é meu agente agora, que era tão lisonjeira que achei que minha mãe tivesse escrito. E a ficha caiu. O primeiro agente, o que nunca olhou para o livro, ligou para Nick e perguntou se o livro que ele tinha acabado de vender era o mesmo livro. Sim, é. ‘M***a’, ele disse. Vingança é o melhor prato servido como um buffet ‘tudo-que-você- puder-comer’.

Por que você fez a transição do teatro para os romances?
Vim sai de Carnegie Mellon com uma companhia, e nós estávamos indo definir o cenário Americano. Eram todas as minhas esperanças e sonhos e quando morreu, morreu feio. Foi um caso de ‘O que eu faço agora?’ Eu fiz stand-up; eu tive uma banda de rock; Eu atuei; Eu li roteiros. Eu fiz tudo que pude. Foi Hilary que disse, ‘Seria bom se você fizesse apenas uma coisa. ’ Então foi quando começamos a escrever juntos.

Como conheceu sua esposa?
Conhecemos-nos quando éramos crianças; nossas famílias eram amigas; Sempre disse que foi um casamento arranjado e nós não gostamos um do outro. Depois que nos casamos, e a mãe dela ficou doente, achamos que ela tinha seis meses de vida, então nós dissemos vamos voltar para a Florida e cuidar dela. E sua mãe pegou raiva de médicos, e seis meses se transformaram em sete anos. Então começamos a escrever livros (Time Bender, Dreamchild) e eles começaram a vender, não espetacularmente, mas o suficiente para manter corpo e alma juntos.

Acho o Dexter da série ligeiramente diferente do seu Dexter – um pouco mais simpático, talvez, embora possa ser apenas a diferença entre um personagem em sua cabeça e um personagem habitado por vida, humano, que respira. Esta diferença te incomoda?
A primeira linha que Michael Hall falou no personagem para a câmera, eu achei que ele era perfeito. Agora, com o decorrer do programa, Michael tem que permanecer interessado, então eles querem explorar isto, eles querem explorar ele. Deus o abençoe. Por favor, Deus, não deixe Michael ficar entediado tão cedo. Mas sim, a série está se distanciando do personagem nos livros porque ele está longe de ser um sociopata. Sociopatas não tem sentimentos; eles não podem. Isso torna difícil para o ator.

Será que a série alavancou a venda dos romances?
Absolutamente. Sem duvida. Os primeiros dois anos que a série estava rodando, eu estive no top 30 da Amazon. Não tenho queixas. Ainda é uma boa série, conhecidamente o que nós começamos, reconhecidamente uma obra minha. E, enquanto for bem feito, não tenho nenhuma queixa. Há sempre algo. É TV e eles têm roteiristas de TV. No começo da segunda temporada, eles estão achando corpos em 40 metros de água. Venha comigo à costa de Miami e procure 40 metros de água tão convenientes que você pode jogar um corpo lá. Então me mostre um serial killer tão esperto quanto Dexter que faria isto. Isso é TV.

Ficou claro para mim quando eles fizeram o seguimento com John Lithgow como serial killer que fez Dexter parecer Ward Cleaver. Você pode ouvi-los dizendo, ‘vamos comparar Dexter com um cara tão assustador que Dexter pareça simpatico. ’
Se eu escrevesse o personagem de Lithgow em um livro, seria tão piegas e idiota que eu seria arremessado para fora da lista dos mais vendidos. Mas se você faz a mesma coisa com Lithgow, é fantástico. Está é a diferença em meios – grandes atores podem fazer coisas que são piegas e improváveis parecerem que fazem sentido.

Alguma vez já sentiu que você tem que competir com a série?
Não. Eu assisto a série, e não parece que é minha. Estou só assistindo um programa de TV que gosto. É como você assistindo ‘American Idol’, e seu nome aparece nos créditos. Não chego a perceber. Quando estou escrevendo Dexter, estou na mente dele. Qualquer ator lhe dirá que os 8,000 King Lears anteriores não afetam a forma como ele atua, porque ele está na cabeça de Lear.

Você quer fazer Dexter indefinidamente, ou tem algum outro projeto de escrita para fazer a transição?
Tenho um milhão de ideias. Estou trabalhando em um par agora, de vez em quando. Mas eu tenho que montar enquanto o cavalo está correndo. Algum dia irá acabar, e este dia será quando eu começar a ligar pra ele. Eu vi outros escritores fazendo isso, e isso vira meu estomago. Por enquanto, vou com ele, mas se mudar, eu vou em frente. Tenho um disco rígido cheio de outras coisas que eu quero fazer. Eu ainda estou trabalhando em um projeto de vaidade, um roteiro de filme estrelado por mim e um amigo meu, o cara que fez Napoleão em ‘Bill and Ted’s Excellent Adventure’.

Voltar a atuar!
Sim. Voltar a atuar.

Tradução: @LollipopDesease
Fonte: pbpulse.com | darklydexter.com

0 comentários:

Postar um comentário

CARREGANDO NOVO FORMULÁRIO DE COMENTÁRIOS. AGUARDE.... SE VOCÊ ESTIVER LENDO ISSO E A PÁGINA FOI TOTALMENTE CARREGADA, NÃO USE ESTE FORMULÁRIO PARA COMENTAR. APERTE F5 E AGUARDE O NOVO FORMULÁRIO CARREGAR