terça-feira, 25 de setembro de 2012

O que esperar da 7ª temporada de Dexter?


Estou tentando controlar minha ansiedade e não jogar muita responsabilidade para a série neste ano para que ela não me decepcione como a 6ª, mas a sétima temporada tem de tudo para ser a melhor de Dexter. Antes de mais nada: SE VOCÊ NÃO QUER SPOILER, NÃO LEIA O TEXTO! BELEZA?!

Vamos lá! Finalmente Debra descobriu o hobby de seu irmão. Esse foi o momento mais aguardado por mim durante estes seis anos de história. E agora finalmente vamos poder ver qual será a reação de Deb. Ela vai prender o irmão? Aceitar? Ela vai perder o resto de sanidade que ainda lhe resta e parar num hospício? Tudo isso pode acontecer, mas o que eu espero que aconteça mesmo são diálogos francos entre os dois. Uma das coisas que mais me irritam na série é o isolamento de Dexter diante da irmã e as milhares de mentiras que ele conta a ela. É angustiante ver Deb tentando ter uma conversa com Dex, perguntar alguma coisa e ele não responder. É como conversar com uma parede.

Embora eu escreva tudo como possibilidades, tenho certeza de que ela irá aceitar quem Dexter é. E penso isso por acreditar que a série errou há dois anos atrás. Se Debra tivesse pego o irmão no final da 5ª temporada eu teria entrado em pânico, achando que ela poderia matá-lo ou entregá-lo à polícia. Mas agora não. Tenho certeza de que ela não fará nada disso e que ele não vai machucar a irmã adotiva. Esse adiamento da verdade vindo à tona só deixou mais claro o que virá depois: a aceitação.


Outro ponto positivo desta descoberta é a mudança de fórmula, que eu espero que aconteça. No último post critiquei o padrão da série, que tem utilizado os mesmos recursos de roteiro há seis anos: Dexter e seu jogo de gato e rato com o vilão principal. Eu espero sinceramente que isso mude. Que o foco saia do vilão da vez e recaia sobre Debra. Quero que o principal problema de Dexter neste ano seja sua irmã. Que esteja na relação entre os Morgan a principal fonte de arcos desta temporada.

Como sou muito fã da série, não aguento ver notícias pipocando na internet e não ler nenhuma. A melhor maneira de assistir a qualquer obra ficcional, na minha opinião, é não saber nada sobre ela. Mas simplesmente não consigo fazer isso com Dexter, então já sei de algumas coisas que irão acontecer na sétima temporada. Vou contar algumas aqui, lembrando que tudo pode ser especulação e não acontecer de fato. Então vamos aos spoilers:


1º Spoiler: Mike Anderson morre no primeiro episódio, “Are You…?”. Acredito que foi o ator, Billy Brown, quem pediu para sair, já que ele vai entrar em outra série. Se a morte de Anderson não servir de estopim para um arco ficcional muito foda, a sua entrada no show terá sido um dos maiores desperdícios. Mike entrou como substituto de Debra, que deixou o cargo de detetive para se tornar tenente do departamento. Até achei que haveria um caso entre eles, já que Deb sempre pega alguém diferente todos os anos. Mas isso não aconteceu. O envolvimento dos dois ficou restrito às dicas de moda e etiqueta que Mike deu à nova tenente, que precisou se portar melhor nesta nova fase de sua carreira.

Anderson também se mostrou o policial mais inteligente do departamento e sacava as coisas primeiro que todos. Mas tirando isso e o fato de Mike apresentar a Deb uma casa pra alugar, a participação de Brown não teve o menor sentido. Achei que ele seria melhor aproveitado no ano seguinte, mas isso não vai acontecer, pois Mike está marcado para morrer logo na estreia da sétima temporada. Uma pena. Acredito que o personagem podia render.



2ª Spoiler: Após presenciar o assassinato de Travis, Deb confronta o irmão que, mais uma vez, a enrola. Dexter a convencerá que foi um momento de loucura e os dois queimam a igreja para se livrar das evidências. Porém, na hora da investigação, Laguerta vai encontrar a lâmina de sangue de nosso herói, o que a deixará certa de que o Bay Harbor Butcher está de volta. Ou melhor, que o BHB não era seu amigo Doakes.

Tô curiosíssima para ver o desenrolar dessa história, afinal a polícia vai perceber que o padrão é o mesmo do BHB e isso deverá iniciar uma nova caçada em Miami. E agora Dexter tem que escapar de mais uma investigação e convencer a irmã de não entregá-lo.

3º Spoiler: Talvez o mais óbvio, mas o melhor de todos. Debra acreditará na versão inicial do irmão, mas logo irá sacar que aquele não foi o primeiro crime de Dexter. Se foi impulso, por que o plástico? Por que toda a conversa com a vítima? Por que o avental?

A tenente pode ser cega de amor pelo irmão, mas não é burra e claro que irá perceber coisas estranhas e ligar o método de Dex ao BHB e ao ITK (Afinal não é possível Deb não se lembrar que ficou amarrada a uma mesa exatamente como Travis, há seis anos atrás). Ela descobrirá que o irmão é um serial killer e tentará libertá-lo de seu dark passanger.

No arco entre os dois, estou super ansiosa para ver os diálogos. Quero ver se ele vai se abrir com ela. Se quando ela perguntar ele vai responder que é sim um assassino. Se vai dizer o motivo pelo qual faz isso. Se vai explicar o código de Harry e ela finalmente entenderá porque o pai nunca deu bola a ela. Quero saber se ele vai explicar que a morte da Rita é culpa dele. Se vai contar que matou o ITK para protegê-la. Quero diálogos entre os dois. Por favor, conversem. Joguem todas as cartas na mesa.


O que acredito que não irá acontecer

No trailer oficial, vemos Dexter esfaquear Masuka no pescoço. Duvido que ele mate o colega de trabalho, ainda mais no local e do jeito mostrados no vídeo. Aquela cena deve ser sonho ou apenas a simulação de um crime.

Acho impossível Deb entregar o irmão. Provavelmente ela ficará louca sem saber o que fazer e o que sentir ao ver que toda sua vida foi uma mentira. Mas Dex é o único ser humano da vida dela, é sua única ligação com o passado, raízes, família. Debra não entregará o irmão criminoso.


Também duvido que Quinn, Batista e demais coadjuvantes tenham destaque este ano. Li um texto no site NaTV, onde a Carla Gomes falou o quão inúteis são os coadjuvantes de Dexter, e concordo totalmente com ela. Quinn só teve sentido na história quando se envolveu com Deb. E os outros só chamam atenção quando estão ao lado dos protagonistas do show, os irmãos Morgan. Pode ser chatice da minha parte, mas nenhum coadjuvante me faz a menor falta. Podem morrer todos e ficar apenas Deb e Dex.

Tramas paralelas

Além da máfia russa (eu acho que é russa) aprontar em Miami, também teremos a presença de Hannah (Yvonne Strahovski), uma mulher misteriosa que se envolverá com Dexter. Estou sentindo cheiro de Lila e Lumen por aí, e sim, isso me desagrada. Não sei porquê, mas não gosto das namoradas de Dexter. Gostava apenas de Rita. Hoje, acho melhor ele ter relacionamentos curtos e não se envolver com ninguém. Mas vamos esperar que saia coisa boa daí, e não apenas um namoro entre os dois.


Não faço ideia do que Louis Greene (Ryan Chambers) quer com Dexter. Talvez ele saiba quem ele é e seja um admirador. Tá com cara que será tipo um Miguel Prado na vida de Dexter, ou seja, um grude total. Tem de tudo pra ser uma trama bem interessante

E por favor, arranjem um namorado legal para Debra. Um dos motivos da última temporada ter sido ruim foi a falta de um novo parceiro pra policial. Pô, Deb é pegadora e não pegou ninguém na sexta temporada? Tem que mudar isso aí Showtime.


0 comentários:

Postar um comentário

CARREGANDO NOVO FORMULÁRIO DE COMENTÁRIOS. AGUARDE.... SE VOCÊ ESTIVER LENDO ISSO E A PÁGINA FOI TOTALMENTE CARREGADA, NÃO USE ESTE FORMULÁRIO PARA COMENTAR. APERTE F5 E AGUARDE O NOVO FORMULÁRIO CARREGAR