terça-feira, 25 de setembro de 2012

O Segredo de Dexter Será Revelado?




Mesmo depois das seis temporadas, Dexter continua consertando mortes. No momento, ele está tentando sumir com um bandido de aparência desagradável, mas a lâmina na mão de Michael C. Hall não vai virar na posição. Ele vira uma vez – Nada. E de novo, nada. Pela terceira vez, Hall arremessa a coisa e começa a rir. O que deixa o assassino rindo, que deixa todos no set de Dexter rindo também.

"Você acha que eu ia saber como cortar um garganta?", diz Hall, quebrando o personagem. Você pensa. Mas você também acha que o meticuloso Dexter teria trancado a porta da catedral atrás dele na última temporada antes de mergulhar uma espada no peito do pobre Colin Hanks sobre o altar da igreja. No final profano da 6ª temporada, Dexter nomeou Travis Hanks como “Assassino do Apocalipse”. Marshall com sua marca de eficiência e calma. Só que desta vez, houve uma testemunha – os olhos da irmã de Dexter, Debra (Jennifer Carpenter).

Para Dexter, Deb e os fãs sem fôlego tanto (para não mencionar os embalados por Travis), foi uma torção impressionante - anos na provocação - que instantaneamente revigorou uma temporada tão assim como terminou. Também define a série para sua conclusão na próxima temporada. Como Hall diz: "Foi, como, uma facada no peito, Debra vê, fica desnorteada. Tudo de repente é ressignificado, recontextualizado, mais complicado e com mais camadas, não só para a audiência mas também para nós como atores."

Isso soa como certo exagero - até você ver o primeiro episódio da 7 ª temporada. No ano passado a aliança entre Hanks e seu professor religioso, interpretado por Edward James Olmos, foi tão absurda (e tudo acabou por ser Travis sozinho e suas ilusões), você precisava de uma concordância bíblica para entendê-lo. Mas a abertura traz de volta a tensão não vista desde Sargento Doakes pegando Dexter como o Bay Harbor Butcher na 2 ª temporada.

A temporada termina em uma fração de segundos após Debra pegar Dexter, sua arma ainda engatilhada, e fica mais deliciosamente desconfortável a partir daí. Perguntas sem respostas são respondidas, o lado negro da família é exposto, e nós eventualmente conhecemos um vilão ucraniano com trajes adaptados. Basta dizer que Dexter está de volta na pista e bom sanguinário de novo.

"O público merece isso - eles ganharam", diz Carpenter, inclinando-se em seu trailer. "Eu não quero nada artificial desta vez. Eu não queria Deb se tornando Lumen ou Prado ou Lila, onde eu estou ao lado de Dexter e escolho uma faca. E ninguém quer 'Nesta temporada:. Dexter em julgamento.' Eu só queria que ele fosse honesto e acreditável.”


A série nunca é mais acreditável que quando Dexter está em problemas, e francamente, o combatente/serial killer de Miami têm estado um pouco suave nos últimos anos. Como papai Dexter, ele teve que fazer malabarismos entre fraldas e urgências de matar. E ele tem se afastado lentamente do “código” de seu pai Harry em ficar próximo a pessoas, se era Lila ou Rita, Lumen ou Irmão Sam. Na última temporada, Dexter reagiu tão emocional com a morte de seu amigo Sam, que congelou o cara que o matou. Não é o Dexter da primeira temporada.

"A cada ano, Dexter vai ficando um pouco mais humano, um pouco mais envolvido e um pouco mais empático,” diz o produtor executivo Scott Buck. "Agora nós estamos mostrando o outro lado de sua humanidade. Você está vendo Dexter cada vez mais rancoroso, ciumento, vingativo e zangado do que ele esteve em um bom tempo."

O que o leva ao momento final da última temporada. Temporada após temporada, Debra chega mais perto de descobrir a verdadeira identidade de seu irmão adotivo, só para sair do segredo. De novo, é difícil transformar em seu irmão, quando você secretamente quer ter relações sexuais com ele.

Carpenter põe a palma da mão na testa quando perguntada sobre a revelação da última temporada. "Se eu sabia sobre os sentimentos românticos de Debra por Dexter?" ela disse. ”Bem, sim e não. Desde o episódio piloto, Dexter e Deb tem tido essa conexão incrível, então não funcionaria em outro campo. Eu só não quero que vá mais longe. Acho que a audiência também não. E se sim, vou direto à terapia e mando as contas para a Showtime.”

Fonte: Dexter Daily
Tradução: @richlips

0 comentários:

Postar um comentário

CARREGANDO NOVO FORMULÁRIO DE COMENTÁRIOS. AGUARDE.... SE VOCÊ ESTIVER LENDO ISSO E A PÁGINA FOI TOTALMENTE CARREGADA, NÃO USE ESTE FORMULÁRIO PARA COMENTAR. APERTE F5 E AGUARDE O NOVO FORMULÁRIO CARREGAR