quarta-feira, 5 de dezembro de 2012

Michael C. Hall sobre seu personagem e seus episódios favoritos de Dexter



Michael C. Hall fala de seu personagem, os episódios favoritos de "Dexter" e que vem a seguir para ele quando o show acabar depois da oitava e final temporada. Via Celebuzz: Com a sétima temporada de Dexter atualmente no ar e sua oitava sendo a ultima, o a estrela de 43 anos, Michael C. Hall, está otimista olhando em direção a seus projetos além do hit da Showtime. "Estou animado, tanto quanto qualquer outra pessoa ao que está no horizonte, embora algo que possa ir alem de cinco anos seja um pouco assustador, neste ponto," Hall disse a jornalistas em Beverly Hills recentemente. "Eu gostaria de misturar-me um pouco mais, comprometer-me com personagens e ter uma noção de quando isso vai acabar, e ter acabado isso três ou quatro meses depois, não seis ou sete anos."





Enquanto Dexter tem sido de grande benefício para a sua carreira, Hall tem razões para estar preocupado com a fusão de personagens. Será que ele vai ser capaz de abalar a personalidade do especialista em laminas de sangue/serial killer? "Hmm", ele sorriu. "Bem, eles ainda estão imaginando-me rodeado de cadáveres. Mas, reconheço, ao mesmo tempo, que é um papel-título em um show que esteve no ar por oito temporadas e eu não estou tentando fugir disso ou negá-lo. "

Através das temporadas, Hall ganhou um Globo de Ouro, casou e divorciou da co-estrela Jennifer Carpenter, e derrotou o câncer depois de ser diagnosticado com linfoma de Hodgkin em 2009. Mas, para ele, a parte mais difícil foi colocar a roupa de matar de Dexter. "É como, você sabe, George Bush, aquele terno de 'Missão Cumprida' que ele usava?", perguntou Hall sobre o macacão que seu personagem usa quando se entrega ao seu hábito peculiar. “É mais ou menos assim. E, depois, tem aquela coisa de varias luvas ... É um processo real. "

Quanto a seus episódios favoritos, há muitos para contar. "O primeiro episódio da sétima temporada está no meu Top 5, porque veio de tão longe, essa revelação", disse ele sobre a irmã de Dexter, Deb (Carpenter), finalmente descobrir que ele é um serial killer. "Eu acho que nós estamos vendo Dexter em uma paisagem agora onde ele está sendo punido, talvez pela consciência de que seu comportamento não afeta apenas a ele; obviamente, suas vítimas, mas também pessoas que estão realmente perto dele", continuou ele. Hall passou a listar um episódio da primeira temporada em que Dexter tem um flashback horrível. "Eu tive que passar em uma piscina de sangue, foi divertido", lembrou. "Não era sangue real. Não teria sido divertido se fosse sangue de verdade”.

Depois de oito temporadas, Hall é rápido em reconhecer que o show teve uma marca permanente nele. "Ele me mudou", ele sorriu. "Eu acho que isso me faz realmente estar ciente de que eu felizmente não tenho que lutar com uma compulsão por matar pessoas. Pelo menos, não para sempre”.


Tradutor: @LollipopDesease
Fonte: darklydexter.com

0 comentários:

Postar um comentário

CARREGANDO NOVO FORMULÁRIO DE COMENTÁRIOS. AGUARDE.... SE VOCÊ ESTIVER LENDO ISSO E A PÁGINA FOI TOTALMENTE CARREGADA, NÃO USE ESTE FORMULÁRIO PARA COMENTAR. APERTE F5 E AGUARDE O NOVO FORMULÁRIO CARREGAR