sexta-feira, 26 de julho de 2013

Michael C. Hall Fala Sobre a Química entre Dex e Vogel, Deb e Sobre Ter uma Claire Fisher Interior

Via Vulture: Restam oito episódios de Dexter e a série ainda tem muita coisa para finalizar: Quem realmente é a Dra. Vogel? No fim das contas, Dexter não é um psicopata? E Deb, algum dia conseguirá perdoar seu irmão - e ela mesma - pelos seus pecados, ou ela está destinada a uma vida onde ela joga Dexter em lagos só para salvá-lo minutos depois?

Vulture conversou com Michael C. Hall sobre a caminhada da série para o fim da linha, se ele acredita que possa ter um fim satisfatório, como Six Feet Under, e se há uma tensão sexual entre Dex e Vogel - ou se isso é só Charlotte Rampling e ele sendo naturalmente sensuais. Ele também admitiu ter uma Claire Fisher interior.

Você já ficou tão envolvido com um programa que o final foi como um evento pra você?
O único fim que assisti ao vivo, porque estava envolvido com a série foi em 'The Sopranos'.

Esse foi um final particularmente divisório. O que você achou dele?
Eu gostei. Gostei que deixou o telespectador com algumas lacunas a serem preenchidas.

Você gostaria de um final assim para Dexter? Ou acha que sua série precisa de um final mais conclusivo?
Acho que nós iremos fazer algo de certa forma ousado e, pelo menos em alguns pontos, definitivo. Não acho realista pensar que todas as possíveis questões serão respondidas. Acho que haverão, de alguma forma, pontas soltas e isso é parte do apelo da série: se há lacunas, você deve preenchê-las, ou se há especulação, é tudo parte da diversão. Leia a entrevista completa em Continue Lendo!

Ao contrário, Six Feet Under nos deixou completamente satisfeitos porque tudo foi amarrado, vimos como toda a família Fisher morreu.
Sim, bem, acho que essa série, em particular, foi colocada de maneira única para ter um final definitivo. Foi ao mesmo tempo surpreendente e óbvio para a série terminar dessa forma. Mas nem todas as séries são elaboradas para algo tão elegante [risos].

Você fica emocionado quando escuta 'Breathe Me'(música de Six Feet Under)?
Sim. Eu praticamente posso ver Claire chorando no seu Prius a cada vez que ouço. E minha Claire interior chora com ela.

Você tem uma Claire interior?
Acho que tenho, é.

Ela é sua passageira da luz?
[Risos]. Sim, ela é minha passageira da luz. E tenho uma Ruth interior.

Vamos falar da oitava temporada: Uma teoria que está surgindo é a de que Dexter nunca foi um psicopata, que a Dra. Vogel o fez ser assim. Porque ela fica dizendo coisas para Dexter, sobre como ele não deveria sentir empatia ou amor - mas ele sente essas coisas. Você acha que Dexter é um psicopata?
Acho que há uma área cinzenta desde o princípio: nós deveríamos ser céticos desde então com relação a Dexter afirmar ser um monstro, puro e simples. Ele parece ter um desejo de ter conexões humanas que é genuíno, e acho que no decorrer do tempo, a série explorou isso trazendo pessoas para seu lado. Vogel dedicou sua vida ao estudo de psicopatas e tem uma visão e compreensão rígida, mais acadêmica deles, e Dexter não está se encaixando nesse molde.

Por que Dexter confiou nela tão rapidamente? E por que não ficou bravo com Harry por não ter dito nada sobre ela? No passado, quando Dexter descobriu que Harry mentiu para ele - sobre seu irmão e seu pai biológico, por exemplo - ele ficou furioso.
Acho que de certa forma ele está. Mas acho que as muitas respostas que Vogel dá a ele são atraentes demais para deixar passar e elas permitem a superação de qualquer apreensão que ele, de outra forma, teria. Dexter é alguém que, ao menos até certo ponto, se orgulhava de sentir quando algo estava errado. Mas ele também tem pontos cegos. E seus pontos cegos e seu desejo de se relacionar coincidem, e Dra. Vogel está realmente evitando falar dos pontos cegos e explorando esse desejo.

Algumas pessoas pensam que Dexter e a Dra. Vogel têm uma tensão sexual e que eles irão, eventualmente ter relações sexuais. Deveríamos estar pensando isso? Vocês estão trabalhando isso dessa maneira? 
Quero dizer, suponho que o telespectador possa sexualizar qualquer coisa que os dois trouxerem à tona e qualquer alquimia que criarem. Não acho que a atração entre os dois é sexual, acredito que seja mais transcendental que isso, mais espiritual que isso. Vogel está, obviamente, trazendo à tona algumas discussões e desejos, e não sabemos da história completa disso, mas acho que ela não tem pensamentos românticos com Dexter, nem ele com ela. Mas acho que há uma intimidade que vai além da sexual; de ter segredos tão profundos e temíveis - é uma conexão única. Se as pessoas olham pra eles e pensam que é sexual ... e também Charlotte [Rampling] tem uma sexualidade ou sensualidade natural como pessoa e como atriz. Então, é provavelmente parte disso também.

Você também. Você tem noção de que Dexter tem um monte de fãs mulheres?
Bem, ele é o único cara que não está tentando te levar pra cama. O que é provavelmente o motivo de as mulheres se sentirem atraídas por ele.

Estava assistindo a um vídeo do E!News da premiere da oitava temporada e percebi Lila ao fundo. Sem ofensas à atriz que a interpretou, mas eu odiava Lila. Entre as mulheres de Dexter, em que posição ela ficaria pra você? E quem você acha que foi a mais certa pra ele?
Todas as mulheres da vida do Dexter, exceto Hannah, ou eram completamente cegas para ver quem ele era ou precisavam dele decerta forma ou se sentia atraída por sua escuridão. Rita era cega para isso, Lila tinha fetiche por isso, Lumen meio que precisava da escuridão do Dexter. Eu diria que Hannah é o par que mais se encaixa com ele, tanto que ela, de sua maneira, tem um legado de assassinatos e é capaz de aceitar a compulsão de Dexter de uma forma que ninguém foi capaz de aceitar.

Isso me diz que você não acha que Dexter seja capaz de deixar de matar, que ele nunca poderá mudar.
Dexter, no decorrer da série, periodicamente se entreteve com a noção de reabilitação, mas de uma forma ou de outra, falhou ou passou por circunstâncias que o desencorajaram da crença de que isso era uma possibilidade real.

A ideia de Dexter e Deb como um casal romântico é impossível? Ou há uma chance para eles?
Romanticamente não, eles estão além disso. Um relacionamento romântico entre eles é impossível nesse ponto.

Mas sua tentativa de assassinato e suicídio foi tão romântica! Não pode ter sido uma cena divertida de se filmar.
Definitivamente tive cenas mais desconfortáveis envolvendo água: água que era muito mais fria, água onde eu tinha que ficar por muito mais tempo que dessa vez. Mas, é, foi bem confuso. Mas é o tipo da coisa que, se você fica molhado, só pode fazer as coisas uma vez; então acho que isso faz de tudo um pouco mais fácil.

Sempre gostei de assistir cenas onde o Dexter tem que brigar para matar alguém, como com Little Chino, na segunda temporada.
Na verdade ele é minha vítima favorita de Dexter, só porque ele era tão grande. Me senti tão super-homem por ser capaz de derrubar alguém que, na realidade, poderia me esmagar com uma mão. Tem uma sequência da filmagem que nunca usamos - acho que por ter ficado muito cômica - onde eu estava literalmente tentando levantar do chão o peso do corpo dele, tentando descobrir como colocá-lo em cima da mesa. Quase me machuquei todas as vezes que tentei pegar uma parte do corpo.

Também amo a peruca que você usa nos flashbacks. É uma peruca bem engraçada.
É, é uma peruga engraçada [risos]. É parecida com um corte surfista-Príncipe Valente. Apenas segui usando. É a memória que Dexter tem: ele lembra de si mesmo usando uma elegante peruca.

Você já percebeu quantos serial killers estão na TV agora? E isso te deixa triste ou aliviado de sair do ar?
Acho que Dexter se mantém singular entre outros serial killers. Hoje há mais serial killers povoando a tela da TV que quando o show começou. Mas não sei se a imitação é a melhor forma de elogio [risos], acho que estamos todos nos sentindo um tanto quanto lisongeados.

Você tem uma temporada favorita de Dexter?
Dependendo do meu humor, eu diria a primeira, a quarta ou a sétima. A primeira temporada porque foi a primeira - não sabíamos exatamente o que estávamos fazendo, mas sentimos que estávamos no caminho certo. A quarta porque até onde chegam os grandes vilões, acho que Trinity é sem dúvidas o adversário mais formidável que Dexter teve. E a sétima porque foi a temporada onde acho que o que fantasiávamos sempre acontecia. Dexter teve que que lidar com sua irmã sabendo dessa nova informação. Nós realmente extraímos o verdadeiro DNA da série e puxamos coisas que haviam sido colocadas desde o início, e isso foi muito gratificante.

Fonte: Dexter Daily
Tradução: Flávia Guimarães



0 comentários:

Postar um comentário

CARREGANDO NOVO FORMULÁRIO DE COMENTÁRIOS. AGUARDE.... SE VOCÊ ESTIVER LENDO ISSO E A PÁGINA FOI TOTALMENTE CARREGADA, NÃO USE ESTE FORMULÁRIO PARA COMENTAR. APERTE F5 E AGUARDE O NOVO FORMULÁRIO CARREGAR