quarta-feira, 17 de julho de 2013

Sara Colleton sobre Charlotte Rampling: " Ela foi a primeira escolha"


A convidada especial da 8ª temporada de Dexter, Charlotte Rampling fala sobre sua vida e carreira, e a produtora Sara Colleton fala sobre  seu papel em Dexter como Dr Evelyn Vogel para o Los Angeles Times: "Eu acho que sempre procurei esse grande espirito de um personagem", explicou a atriz, 67, durante uma recente conversa por telefone de sua casa de Paris.


Rampling fez uma impressão muito real anos atrás no "Jan-Christopher Horak", diretor do "UCLA Fim &  Television Archive", quando ele viu "Georgy Girl" "Ela não era apenas um rosto bonito" disse ele. "Ela desempenha essa coisa nova, que é totalmente egocêntrica. Ela só se preocupa com ela mesma, É interessante por que ela é lindíssima... Ela esta sempre interpretando papéis que são ou personagens perversos, ou desagradáveis ha sempre um forte contraste com a sua beleza física.

Rampling esta trazendo uma qualidade enigmática com um toque de preocupação maternal para seu 
ultimo papel como Dr. Evelyn Vogel na ultima temporada de "Dexter". A brilhante neuropsiquiatra encontra o Seriall Killer preferido de todos, Dexter (Michael C. Hall), um analista de respingos de sangue do Departamento de policia de Miami Metro, quando ela se torna a consultora das divisões do caso de homicídio em torno de um seriall killer chamado "Brain Surgeon". Leia mais sobre o artigo abaixo.

Nos dois primeiros episódios é revelado que anos atrás Vogel foi até Miami metro e encontro o falecido pai de Dexter Harry, o qual havia expressado suas preocupações com ela sobre o jovem Dexter. Apesar da sua carreira extraordinária, Rampling, inicialmente, não pensava em ser atriz. Na verdade, ela não tinha nenhum plano de carreira até seu pai Geoffrey Rampling, um oficial do Exército Real e ganhador de 3 medalhas de ouro olímpicas por ser corredor, decidiu que sua filha de 17 anos, precisava aprender uma habilidade.
"Meu pai disse: "você tem que ser capaz de ter um emprego, querida, então é melhor você aprender a ser uma secretaria", recordou a mãe ja duas vezes casadas de dois filhos crescidos. "Então, eu estava trabalhando em  uma velha e chata agencia de publicidade. Quando eu fui parada por executivos no andar de cima, onde todas as pessoas chiques estavam trabalhando. E foi isso, os tais executivos gostaram da sua aparência e lançaram Rampling em um comercial de chocolate Cadbury, o que a levou a um papel como uma "Water skier" em "The Knack" que também contou com Jane Birkin e Jacqueline Bisset. Depois veio 
"Georgu Girl", em 1966. Rampling percebeu que Hollywood tinha muito a ver com o sucesso de "Georgy Girl", mas ela não estava interessada em viver aqui. "Acho que fiz um ou dois filmes aqui em 1969", disse Rampling,"Ele só não me satisfazia. Pensei que nunca mais iria a qualquer lugar em Hollywood. Preferi voltar para a Europa e fazer o tipo de filmes que estavam perto do meu coração"
Sua irmã cometeu suicídio quando Rampling tinha 20 anos "Mudou demais minha direção na vida", disse ela. "Eu estava simplesmente feliz, animada, me divertindo muito, bem selvagem. Quando acontece, você fica 'Espera um minuto, isso não é engraçado. 'Você não é a mesma. A vida mudou" Foi nesse momento decisivo, quando Visconti a colocou como esposa do vice presidente de uma companhia Alemã em "The Damned".
"Ele abriu um mundo, uma maneira de se fazer filmes", disse ela. "Ele era um mestre. Ele falava comigo o tempo todo.  Ele me protegeu muito." Embora ela ja tenha feito filmes para a TV nos E.U.A, "Dexter"  é a primeira série em que Rampling participa aqui. "Ela foi a primeira escolha", disse a produtora Sara Colleton.
"Ela tinha que ter um certo tipo de distanciamento que vem ao ser uma cientista, mas também ser charmosa." notou Colleton."A maioria das suas cenas são com o Michael C. Hall, e os dois têm esse dueto maravilhoso de atuação."
Embora ela nunca tenha visto "Dexter" antes de receber a oferta, Rampling estava "muito animada com a ideia de criar uma personagem na ultima parte de uma série muito popular. Pensei que era intrigante entrar com um personagem que irá revelar um monte de coisas sobre o personagem principal e causar muita suspense e angustia."

Fonte: Dexter Daily
Tradução: Jaqueline André


0 comentários:

Postar um comentário

CARREGANDO NOVO FORMULÁRIO DE COMENTÁRIOS. AGUARDE.... SE VOCÊ ESTIVER LENDO ISSO E A PÁGINA FOI TOTALMENTE CARREGADA, NÃO USE ESTE FORMULÁRIO PARA COMENTAR. APERTE F5 E AGUARDE O NOVO FORMULÁRIO CARREGAR